Workshop em Engenharia de Requisitos
Workshop en Ingeniería de Requerimientos
Workshop on Requirements Engineering

Anais do WER V. 23, 2020. São José dos Campos, SP - Brasil


Expediente    Contato

@proceedings{WERpapers: WER20,
  editores = {Graciela Dora Susana Hadad (UNO, Argentina), João Henrique Pimentel (UFRPE, Brasil), Isabel Sofia Sousa Brito (IPB, Portugal)},
  title = {Anais do WER20 - Workshop em Engenharia de Requisitos, São José dos Campos, SP, Brasil, Agosto 24-28, 2020},
  publisher = {Editora PUC-Rio},
  ISBN = {978-85-907171-2-6},
  ISSN = {2675-0066},
  year = {2020}
}

1 - Preface. Graciela Dora Susana Hadad, João Henrique Pimentel, Isabel Sofia Sousa Brito. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: The Workshop on Requirements Engineering 2020 is now in its twentieth-third edition. This series of workshops on the area started in 1998 as a meeting of the Ibero-American requirements engineering community, but along the years it has attracted attention from researchers and practitioners from other parts of the world

2 - Organization. Graciela Dora Susana Hadad, João Henrique Pimentel, Isabel Sofia Sousa Brito. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract:

3 - Keynotes, Invited Talks, and Panel Session. Graciela Dora Susana Hadad, João Henrique Pimentel, Isabel Sofia Sousa Brito. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract:

Papers

4 - Improving the Selection of Requirements Elicitation Techniques: A Faceted Guide. Rafael Crispim Ignácio, Fabiane Barreto Vavassori Benitti. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: In Requirements Engineering there are several techniques that can be used to elicit the requirements. In the current scenario, no sources were found in which these techniques are properly organized, facilitating their understanding in the identification of their characteristics, as well as assisting the search for techniques recommended for the context of a specific project. This paper describes the development of a organized and categorized requirements elicitation technique to support the identification of techniques appropriate to the scenario of a given project. Through a systematic mapping, 96 techniques of elicitation of requirements and 21 facets (characteristics) were identified to classify the techniques, which were organized to compose the guide presented in this paper. Through an evaluation with 30 participants, we can evidence the effectiveness of the guide to suggest techniques of elicitation, as well as its ease of use.

5 - Survey Evaluation of an Approach for Dynamic Software Product Lines. Gabriela Guedes, Carla Silva, Monique Soares. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: In Dynamic Software Product Lines (DSPLs) product configuration occurs at runtime. Modelling variability and configuring the product in DSPLs should consider the context and non-functional requirements (NFRs) satisfaction. ConG4DaS (Contextual Goal models For Dynamic Software product lines) is a Requirements Engineering (RE) approach for DSPL which supports (i) modelling of variability with goals, NFRs, contexts and the relationship between them; and (ii) offers a product configuration based on contexts, NFRs and their priority and interactions. In this paper, we present a survey evaluation of ConG4DaS with RE and DSPL researchers in regard to the perceived usefulness. In the survey, both RE and DSPL researchers perceived ConG4DaS as useful for modelling and configuring DSPLs. However, the RE group gave more positive answers than the DSPL group.

6 - REACT-M: O Relato de um Estudo de Caso de Aplicação de um Método Ágil para Gerência de Requisitos de Software. Bleno W. F. V. da Silva, Sandro R. B. Oliveira. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: In Dynamic Software Product Lines (DSPLs) product configuration occurs at runtime. Modelling variability and configuring the product in DSPLs should consider the context and non-functional requirements (NFRs) satisfaction. ConG4DaS (Contextual Goal models For Dynamic Software product lines) is a Requirements Engineering (RE) approach for DSPL which supports (i) modelling of variability with goals, NFRs, contexts and the relationship between them; and (ii) offers a product configuration based on contexts, NFRs and their priority and interactions. In this paper, we present a survey evaluation of ConG4DaS with RE and DSPL researchers in regard to the perceived usefulness. In the survey, both RE and DSPL researchers perceived ConG4DaS as useful for modelling and configuring DSPLs. However, the RE group gave more positive answers than the his study presents the report about a case study on the application of REACT-M (Requirements Evolution in Agile ContexT - Management), an agile method to support software requirements management, in a real software development environment. This case study assessed the strengths, weaknesses, opportunities, and threats related to the assets that make up REACT-M, namely: work products, life cycle, roles, and ceremonies. About the results, it was observed that REACT-M was effective, simple to use, strongly collaborative, suitable, user centered and goal oriented. Thus, achieved its main purpose to evolve the requirements of a software product in iteratively, efficiently and under of the agile mindset. The results contribute to the software industry by providing empirical data about the use of a agile method to software requirements management, which can serve as a reference for organizations seeking the adoption of agile methods related to the requirements area, as well as to provide the scientific community with a better empirical understanding of the relationship between requirements and agile methodDSPL group.

7 - Safety Requirements and Risk Analysis Related to Insulin Infusion Pumps: A Systematic Review. Felipe dos Santos Rocha, Luiz Eduardo Galvão Martins. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Diabetes mellitus is a metabolic disease characterized by high levels of blood glucose; in severe cases of diabetes, insulin infusion pumps are prescribed as treatment. Infusion pumps are automated devices with the purpose to simulate the functioning of the organism of a healthy person regarding the production and delivery of insulin, as this is a medical device, its operation must be reliable enough to avoid any risk to the patient’s health and well-being. The aim of this article is to conduct a systematic literature review to investigate and perceive what are the risks implicated for the user of insulin infusion pumps also understand how safety and functional requirements for these devices have been treated, developed and studied

8 - Hacia la Evaluación Automática de la Calidad de los Requerimientos de Software usando Redes Neuronales Long Short Term Memory. María Guadalupe Gramajo, Luciana Ballejos, Mariel Ale. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: El primer paso para obtener un producto de software de calidad es abordar la calidad de los requerimientos. Dado que los requerimientos estan escritos en lenguaje natural, la flexibilidad y las caracteristicas propias del lenguaje pueden conducir a errores durante su especificacion y, en consecuencia, esto puede influir negativamente en fases posteriores del ciclo de vida del software. Por esta razon, en este articulo se propone un enfoque innovador que combina tecnicas de procesamiento del lenguaje natural y redes neuronales, especificamente redes neuronales recurrentes LSTM, para predecir la calidad textual de los requerimientos. Inicialmente, se aborda el analisis de la propiedad de calidad singular definida en el estandar ISO/IEC/IEEE 29148: 2018. El modelo neuronal propuesto es entrenado con un conjunto de datos que incluye 1000 requerimientos. Cada requerimiento es sometido a un proceso de tokenizacion y etiquetado gramatical, con el fin de obtener una secuencia representativa que actue de entrada al modelo neuronal. La propuesta proporciona resultados prometedores con un alto nivel de precision, lo que motiva explorar su aplicacion en la evaluacion de otras propiedades de calidad.

9 - Suporte ao rastreamento de requisitos na ferramenta JGOOSE. Victor Augusto Pozzan, Gustavo Cesar Lopes Geraldino, Victor Francisco Araya Santander, Ivonei Freitas da Silva. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Requirements engineering is an important phase of software engineering. The Requirements traceability is an essential activity for requirements management, by enabling a system development team to assess the impact of the changes in the requirements, ensuring the quality of the system. However, nowadays the computational tools that support the software process also need to contain some sort of traceability. This paper will be taken into consideration studies related to the requirements traceability techniques and the requirements traceability means which will be the basis for the implementation of features that allow tracking and managing artifacts generated by the JGOOSE tool. The JGOOSE tool allows, from the i* and BPMN organizational models, to generate UML use cases. Thus, this paper aims to show the implementation that provides support for traceability in the JGOOSE tool, from horizontal and vertical traceability metamodels, generating traceability matrices. This new support will help requirements engineers to assess and make changes appropriately and accurately, maintaining the system’s consistency and their generated documentation

10 - Comunicação de requisitos em quadros kanban virtuais. Jullia Saad, Priscila Portela Costa, Luciana A. M. Zaina. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Quadros kanban virtuais permitem reunir informações sobre tarefas e requisitos do projeto, funcionando como uma das principais fontes de visualização sobre o desenvolvimento do projeto de software. Entretanto, muitas vezes alguns recursos não são bem compreendidos pelo time, o que pode acarretar problemas de comunicação entre o kanban virtual e o time. O objetivo deste artigo é apresentar uma proposta de funcionalidades que visam melhorar a comunicação sobre requisitos de software a partir do uso de um quadro kanban virtual. Para atingir o objetivo proposto, foram realizadas sessões de grupos de foco com 10 desenvolvedores de software para identificar as dificuldades que eles enfrentam diariamente utilizando quadros kanban virtuais. Em particular, observou-se dificuldades de acompanhamento das mudanças no quadro e o entendimento das tarefas de outros membros do time. A partir da análise dos dados coletados nos grupos de foco, foram propostas funcionalidades de visualização de atualizações e filtros de atividades. Essas funcionalidades são genéricas e podem ser aplicadas em diferentes ferramentas de quadro kanban virtual. Uma avaliaçãoo das funcionalidades propostas foi conduzida com 49 participantes. Os resultados da avaliação indicaram que houve uma melhora da comunica¸c~ao de requisitos a partir do uso de um quadro kanban com as funcionalidades propostas. Em particular, a visualização explícita do progresso e das atividades do projeto contribuiu para que os participantes entendessem corretamente os requisitos apenas pelo uso do quadro kanban.

11 - SPIDe para a Elicitação de Requisitos integrada ao Design de Interação: a percepção de especialistas em desenvolvimento de software. Jean C. S. Rosa, Beatriz B. do Rêgo, Filipe A. Garrido, Pedro D. Valente, Nuno J. Nunes, Ecivaldo Matos. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: A elicitação de requisitos é uma etapa que exige uma intensa comunicação entre engenheiros de requisitos e usuarios. Ressalta-se a necessidade dos engenheiros em utilizar tecnicas adequadas para favorecer esse momento de comunicação. Uma das recomendações na literatura é que o contato direto com os usuários pode ser beneficiado por meio do Design Participativo, haja vista que suas técnicas podem motivar uma comunicação mais efetiva entre os envolvidos. O SPIDe, por sua vez, é um processo de Design de Interação que associa o Design Participativo à Engenharia Semiótica para intermediar e estudar a comunicação, a colaboração, a cooperação e a participação do usuário. Sob essa perspectiva questiona-se: é possivel e útil elicitar de requisitos integradamente ao design de interação por meio do SPIDe? Este artigo apresenta resultados parciais de um estudo de caso para investigar a possibilidade e a utilidade da integração da elicitação de requisitos ao design de interação usando o SPIDe. Com a análise dos dados coletados, realizada por meio da Grounded Theory, identificou-se que o SPIDe tem potencial para realizar aquilo que é proposto e pode ser útil para elicitar requisitos e projetar a interação em projetos de pequeno e médio porte

12 - Identificação de Requisitos de Segurança para Experimentos Científicos Embarcados. Heuller Aloys Carneiro Procópio, Luiz Eduardo Galvão Martins, Carlos Henrique Netto Lahoz. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Space flights are risky due to extreme environmental conditions, in addition to the high complexity of rockets, systems and subsystems. Additionally, there are personal and material risks that are due to the rocket launch operation. The cost for the execution of these projects and their respective tests, launching operation and eventual payload recovery, should also being taken in account. The Brazilian Space Agency (AEB) offers the national scientific community opportunities to access space to carry out experiments in a microgravity environment, by launching suborbital rockets. Given that the rate of launches of this type is low, the failures of the payload items cause significant delays in the project development and its constraints, like cost and schedule. This work proposes to apply the STPA technique (System-Theoretic Process Analysis), a method that is a systemic approach to safety analysis, based on the STAMP approach (SystemTheoretic Accident Model and Processes), a predictive risk assessment, to analyze scientific experiments onboard on payloads in suborbital rockets. As results, it is expected obtained safety constraints and recommendations that will contribute to the elaboration of safety requirements applicable to space scientific experiments. It is expected that the availability of systematized information to experimenters in the form of requirements, will contribute to the reduction of experiment failures, as well as simplify the validation process, reducing its subjectivity and interpretation problems.

13 - Requirements for a Software Audit Model in Safety-Critical Domains. Talita Marques Ruiz Slavov, Johnny Cardoso Marques, Luiz Eduardo Galvão Martins. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: This paper presents the requirements for a more flexible and adaptable Software Audit Model and its associated adaptable checklist to conduct a software audit. This flexibility allows applying the SAM independently of the software development life cycle chosen. The initial proposed SAM will enable us to evaluate, integrate, and adapt the Stages of Involvement in different software development cycles based on the events necessary for aircraft certification with safety-critical software

14 - Uma Ferramenta para Construção de Catálogos de Padrões de Requisitos com Comportamento. Taciana N. Kudo, Renato F. Bulcão-Neto, Auri M. R. Vincenzi. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Um padrão de requisitos de software (PRS) reúne comportamentos e serviços de aplicativos com características semelhantes. Apesar dos benefícios obtidos com a adoção de PRS em projetos de software, há uma carência de pesquisas sobre PRS em outras fases do desenvolvimento, além da Engenharia de Requisitos. Com base em descobertas na literatura, o uso prático de PRS pode ser melhor experimentado pelo uso conjunto de metodologias de desenvolvimento bem estabelecidas, ferramentas de software orientadas a PRS e catálogos de PRS de modo sistematizado. Nesse sentido, o metamodelo Software Pattern MetaModel (SoPaMM) permite relacionar um PRS com outros tipos de padrão de software e incorpora comportamentos sob a influência da metodologia ágil Behavior-Driven Development (BDD). Neste artigo, propõe-se a ferramenta Terminal Model Editor (TMEd) para apoiar a construção de modelos terminais para domínios específicos, usando o metamodelo SoPaMM como modelo de referência. Um exemplo de uso da TMEd é apresentado com a elaboração de um catálogo de padrões de requisitos legais para a certificação de Sistemas de Registro Eletrônico de Saúde (S-RES) no Brasil. Espera-se que os esforços com a ferramenta TMEd e o catálogo de padrões de requisitos para S-RES baseados no metamodelo SoPaMM ajudem a comunidade a melhor compreender o impacto geral do uso de PRS no ciclo de vida de software, não limitando-se à Engenharia de Requisitos.

15 - Problemas do Design Thinking para a Engenharia de Requisitos: uma Revisão Sistemática da Literatura. Fábio Avigo de Castro Pinto,, Fábio Levy Siqueira. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Tido como uma estratégia de inovação no campo do Design e trazido como ferramenta à Engenharia de Software, o Design Thinking (DT) é uma abordagem promissora em crescente utilização nas etapas da Engenharia de Requisitos (ER), por focar no cliente final do software através de uma técnica iterativa estruturada em fases definidas. Este processo, entretanto, pode trazer um viés ao desenvolvimento de software por desconsiderar outros stakeholders que usualmente participam em processos tradicionais e direcionar todos os esforços de requisitos para o usuário. De forma a identificar a existência de problemas trazidos à ER com a aplicação do DT e de desafios ainda existentes na área não endereçados diretamente pela abordagem, este artigo apresenta uma revisão sistemática da literatura de relatos de uso ou de estudos de caso de aplicação do DT a projetos de software na etapa de requisitos. Além dos problemas de ER levantados pelos autores em estudos primários, a revisão também identificou as sugestões de aprimoramento do método. Os resultados apontam para a existência de problemas na área que ainda não são resolvidos pela aplicação do processo de DT

16 - Descrevendo requisitos de User eXperience em Critérios de Aceitação de User Stories. Jonathan H. J. Souza, Leonardo C. Marques, Tayana U. Conte, Luciana A. M. Zaina. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: User Stories (US) complementadas por critérios de aceitação (AC- Acceptance Criteria) são amplamente utilizadas no desenvolvimento ágil de software. Usualmente, USs e ACs descrevem requisitos funcionais, e poucas vezes são encontradas descrições de requisitos sobre a experiência do usuário (UX - User eXperience). Este artigo apresenta os resultados de uma investigação sobre quais elementos de UX (aqueles inerentes à interação do usuário) desenvolvedores descrevem nos ACs. Foi realizado um estudo junto a 30 desenvolvedores de software, no qual os participantes receberam um conjunto de artefatos de apoio à UX que deram subsídios para a elaboração das USs e ACs. Através de uma análise qualitativa em um total de 79 USs e 261 ACs gerados pelos participantes, examinou-se quais elementos de UX eram reportados nestes artefatos. Os resultados mostram que os elementos relacionados a design de interação e arquitetura da informação foram os mais reportados nos ACs analisados. Adicionalmente, constatou-se que as Heurísticas de Nielsen foi o artefato de UX mais utilizado durante a elaboração. Estes resultados contribuem para que equipes de desenvolvimento de software desenvolvam a consci- ência sobre quais artefatos podem influenciar na escrita de requisitos de UX e estimular desenvolvedores a descreverem requisitos de UX desde as etapas iniciais do desenvolvimento

17 - JiStar Rastreabilidade Entre Código Java e Modelos de Metas i*. Ana Maria da Mota Moura, Julio Cesar Sampaio do Prado Leite. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Nos últimos anos, a engenharia de requisitos orientada a metas tem sido extensivamente pesquisada e os resultados indicam diversas vantagens sobre outras abordagens para a modelagem de requisitos. Uma vez que o software foi construído sob outras perspectivas e paradigmas, como compreender suas metas para fins de evolução? Na literatura, existem heurísticas de rastreabilidade que podem auxiliar no resgate das metas do software quando aplicadas no sentido código-requisitos. Entretanto, a rastreabilidade para trás, aplicada a sistemas construídos sob outros paradigmas pode gerar modelos extensos e com um nível de abstração muito baixo. Esta pesquisa visa definir um modelo de rastreabilidade para trás entre o código da aplicação e o modelo de metas através do uso de metadados de código. Em particular entre sistemas desenvolvidos em Java e modelos i*. Embora existam pesquisas sobre o mapeamento de modelos i* para representações OO, a rastreabilidade para trás é menos frequente na literatura. Desenvolvemos o framework JiStar que é composto por: (A) um conjunto de anotações de código Java para elementos do framework i* com vistas a viabilizar uma rastreabilidade entre os artefatos de código Java e modelos i*, e; (B) um exportador de modelos i* com vistas a permitir a geração automática de modelos de metas nos formatos HTML e PiStar. Avaliamos a viabilidade da nossa abordagem usando o código fonte de um sistema real chamado RioBus visando reconciliá-lo com suas metas. Nossos resultados indicam a adequação dessa rastreabilidade para fins de evolução do software

18 - Os Benefícios do Uso de Ontologias em Sistemas Embarcados. Aêda Sousa, Timóteo Gomes, Letícia Lima, Fernanda Alencar. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: O desenvolvimento de sistemas embarcados vem crescendo rapidamente nos últimos anos. Eles são utilizados em diversos domínios (automotiva, aviônica, eletrônica de consumo, entre outras), cada uma com características específicas, e por isso, representam um grande desafio para engenharia de requisitos. A cada dia algumas abordagens para o desenvolvimento de sistemas embarcados são propostas, considerando várias áreas do conhecimento, tais como ontologia e linguagens diagramáticas (UML e SysML). Nos últimos anos, a engenharia de sistemas baseada em ontologias cresceu significativamente. Seu foco é usar ontologias para melhorar o corpo de conhecimento em projetos de sistemas. Elas atuam como facilitadoras de um bom gerenciamento de conhecimento, pois se concentram no estabelecimento de conceitos de domínio bem definidos em termos de terminologias, definições e relacionamentos. Além disso, o uso da semântica formal é essencial para representação explícita, compartilhável e reutilizável. No entanto, existem poucas pesquisas que avaliam os benefícios reais das ontologias para desenvolvimento de sistemas embarcados. Nesse contexto, este artigo apresenta uma revisão sistemática da literatura sobre o uso de ontologias no desenvolvimento de sistemas embarcados. O foco é identificar ontologias utilizadas no desenvolvimento desses sistemas, considerando os vários domínios, bem como os benefícios do uso de uma ontologia para esse fim. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão nas fases de condução da revisão, 27 artigos foram selecionados e analisados. As principais evidências positivas encontradas neste estudo estão relacionadas com a fase de requisitos (representação do conhecimento do domínio, facilitar a comunicação entre os Stakeholders e definição dos requisitos)

19 - Empathy and Criativity in Privacy Requirements Elicitation: Systematic Literature Review. Angelica Toffano Seidel Calazans, Anderson Jefferson Cerqueira, Edna Dias Canedo. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: This paper presents a Systematic Literature Review (SLR) in order to find in the literature papers that use creativity and empathy techniques in privacy requirements elicitation. These techniques have been used in requirements elicitation in order to facilitate the understanding of the requirements and provide a collaborative interaction between the teams and the end user. Thus, we investigated whether the literature already has reports on the use of these techniques as facilitators in the process of privacy requirements elicitation. As a result of the SLR, we found few papers related to the use of Empathy in privacy requirements elicitation and no papers that relate Creativity to the elicitation of privacy requirements.

20 - Conflitos na ER: Proposta de uma Atividade de Narrativa com auxílio de Realidade Aumentada. Camila Andrade, Maria Lencastre, Aline Barbosa, Patricia Mergulhão. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Uma das principais causas de insucessos, nos projetos de Tecnologia da Informação (TI), reside na existência de conflitos; estes já fazem parte do ciclo de vida do desenvolvimento de um software. Observa-se, no entanto, a escassez de pesquisas que auxiliem nesse processo na área de TI. Esta pesquisa visa ajudar na expressão de relatos de conflitos reais na área, propondo para isso formas de estruturá-los e analisá-los de forma lúdica, visando a criação de um repositório que possa ser usado no ensino da Engenharia de Requisitos, através de Problem Based Learning (PBL). Quando uma pessoa expõe uma situação de conflito, geralmente, ela está emocionalmente envolvida e tem dificuldade em expressar o ocorrido, assim como os sentimentos despertados; entender esses fatores possibilita a sensibilização e empatia entre os envolvidos, potencializando a resolução do problema. Neste artigo, é proposta uma atividade de narrativa, com o suporte da Realidade Aumentada, que auxilia na descrição de cenários de conflito, em ambientes de desenvolvimento de software; são usadas emoções básicas e sentimentos relacionados em 3D, fornecendo imersão e visualização das diferentes perspectivas das partes conflitantes através de avatares. A atividade e a ferramenta proposta foram testadas no contexto de TI, e os resultados foram positivos quanto ao seu suporte.

21 - Avaliando a Relação entre o Catálogo de Transparência de Software e o Processo de Engenharia de Requisitos do MPS-SW?. Ana Clara Correa da Silva, Henrique Prado de Sá Sousa, Eduardo Kinder Almentero, Julio Cesar Sampaio do Prado Leite. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: MPS.BR is a program that aims to improve the quality of software development processes in the Brazilian context. MPS-SW, one of the components of MPS.BR, defines a set of expected results for the software process maturity in an organization, including results for Requirements Engineering (REQ) process. In previous works, it was observed that these results are related with the qualities present in the Software Transparency Catalog (CTS). The CTS details the qualities in issues that helps defining operationalizations which contribute positively to satisfice the quality. In this paper, we relate the results of REQ process to CTS’s qualities towards proposing and evaluating operationalizations that are aligned to the REQ process. This alignment may help to take advantage of CTS’s operationalizations to define a software development process adherent to level G of MPS-SW.

22 - NFR4ES: Um Catálogo de Requisitos Não-Funcionais para Sistemas Embarcados. Reinaldo Silva, Jaelson Castro, João Pimentel. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Due to the complexity in the development of embedded systems, engineers look to the requirements engineering field for methods and techniques that support the construction of these systems, specially when it concerns the handling of Non-Functional Requirements (NFRs), such as cost and energy consumption. Indeed, many papers report challenges with the elicitation and specification of NFRs for embedded systems. Thus, this paper aims to address the difficulty of identifying, interrelating and documenting NFRs in embedded systems projects, by means of a catalog of Non-Functional Requirements for Embedded Systems (NFR4ES). With this catalog, knowledge was obtained from the literature and from experts on the subject, which was then organized in order to facilitate the elicitation and specification of requirements for embedded systems. NFRs were only included in the catalog if we could find written evidence of their applicability for such systems. It was evaluated by means of a proof of concept as well as through a survey with specialists, where it was considered useful and appropriate for the elicitation and specification of embedded systems

23 - Would You Like Better Visualization for Requirements Prioritization and Release Planning?. João Pimentel, Maria Lencastre. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: On the one hand, requirements prioritization is a key requirements engineering activity that lacks proper visualization support. On the other hand, goal modelling is a visual approach for requirements engineering that enables expressing and reasoning about alternative solutions that best match the stakeholder needs, both for the early requirements and the late requirements phase. This paper proposes a set of strategies for visually representing prioritization and release planning information using goal-based models, aiming at minimizing the cognitive effort required in prioritization analysis. The proposal is supported by a tool that implements the visualization strategies here defined.

24 - Negociação-Colaboração para Qualidade de Requisitos de Qualidade. Giovana Brandão Ribeiro Linhares, Julio Cesar Sampaio do Prado Leite. pp. , DOI . [pdf] [scholar]

Abstract: Em geral, os Requisitos Não-funcionais (RNFs) só são tratados nas atividades relacionadas à arquitetura do software, e, muitas vezes, apenas durante a implementação. Essa situação resulta em custos mais altos e menor qualidade do software. Este trabalho estuda mecanismos para promover os RNFs, a partir da compreensão dos relacionamentos humanos que ocorrem na dinâmica colaborativa permeada por negociações, durante as atividades de construção de requisitos. Uma estratégia colaborativa de construção de RNFs e seu suporte computacional são propostos. Um exemplo de uso da estratégia é elaborado a partir de um produto IoT: Cesta Automática de Medicamentos.

  voltar